Notícias
O que deve saber sobre o mercado imobiliário
Notícias
voltar \ Certificados energéticos dos edifícios vão custar menos

Certificados energéticos dos edifícios vão custar menos

16 mar 2016
Certificados energéticos dos edifícios vão custar menos
Geral
"Já foi publicada, em Diário da República, a Portaria n.º 39/2016, de 7 de Março, que reduz as taxas devidas pela emissão dos certificados energéticos dos edifícios. Esta portaria visa «proceder à adequação dos valores das taxas de registo dos pré-certificados e dos certificados SCE», no sentido de «uma política de preços mais próxima dos cidadãos»

"Já foi publicada, em Diário da República, a Portaria n.º 39/2016, de 7 de Março, que reduz as taxas devidas pela emissão dos certificados energéticos dos edifícios.

A partir de agora, a certificação energética de imóveis destinados à habitação passa a custar 28 euros, no caso das tipologias T0 e T1, e 40,50 euros no caso das tipologias intermédias, T2 e T3. As taxas aplicáveis às demais tipologias permanecem inalteradas, com valores entre os 55 e os 65 euros. É, ainda, reduzida a taxa devida pela emissão do certificado energético dos edifícios de comércio e serviços mais pequenos (área útil igual ou inferior a 250 m2) que passará a custar 135 euros.

Desde a publicação do Decreto-Lei n.º 118/2013, a Certificação Energética dos Edifícios é obrigatória a partir do momento em que os imóveis são colocados no mercado para venda ou arrendamento, devendo a informação constante da certificação ser facultada ao comprador ou arrendatário.

Esta portaria visa «proceder à adequação dos valores das taxas de registo dos pré-certificados e dos certificados SCE», no sentido de «uma política de preços mais próxima dos cidadãos» e de «reforço da política de eficiência energética». Nesta estratégia, «procura dar-se uma prioritária atenção aos imóveis com tipologias mais reduzidas, com o intuito de assim beneficiar as famílias com menos rendimentos e as pequenas e médias empresas». "
 

in Diário Imobiliário.pt

Veja Também